Conheça Uma das Maiores Lições Que Exú Deu Às Ìyágbá!

Exú, Orixá da Discórdia?

 

Exú comumente é tido como um orixá que causa brigas, discórdias e desvia as pessoas de seus caminhos. Essa imagem por muitos apregoada sem muita pesquisa acaba por vezes lhe dando fama não devida. E nessa lenda de orixá, lenda de candomblé que iremos aprender hoje, mostra que nem sempre é assim.

Exú é um orixá que tem uma linda função, mas também pesada: testar as pessoas quanto ao que elas pensam e fazem. Não é o orixá que leva ao erro ou à maldade; essas mazelas já existem dentro das pessoas; ele apenas coloca em xeque a sua honestidade, seu compromisso.

Lembra quando Exú tenta Oxalá em sua viagem para visitar Xangô? É orientado Oxalá que não reclame durante a viagem, mas em dado momento, com a influência de Exú, isso é feito e logo o pior acontece. Não conhece essa lenda? Veja no link abaixo, há um vídeo contado tudinho:

Linda e Emocionante Lenda de Èsù e Òsálá – Vídeo

 

Exú Entrega Uma Cabra Para Oiá, Oxum e Iemanjá

 

Essa lenda de Exú, também chamada de ìtàn em Yorùbá, conta como Exú deu uma grande lição às Orixás, assim como para todos do mercado (Ojà). Não creio que Exú quisesse plantar discórdia e sim uma lição, quebrar o Ego de muitos e ensinar o que ensinou.

Conta-se que Exú entregou uma cabra para Iemanjá, Oxum e Oiá com o pedido que fosse vendida por 20 búzios (Búzios já foi considerado moeda em um passado distante), além disso, pediu que ele deveria ficar com a metade do valor vendido!

As Ìyágbá começaram a andar pelo mercado com a intenção de vender o animal e logo conseguiram. Guardaram os 10 búzios correspondente a Exú e forma então repartir a parte delas, mas aí surgiu a problemática: dividir 10 para 3 igualmente!

 

A Opção de Iemanjá

Iemanjá de pronto dividiu 3 búzios para cada, uma parte para Oxum, outra para Oiá e a terceira parte para ela, sendo que ficou com mais um búzio, justificando:

– Sou a Orixá mais velha, mãe de todos os outros Orixás. Devido a este fato, mereço ficar com um búzio a mais!

Não foi algo que deixou as outras satisfeitas. Houve debate. Logo resolveram tentar de outra forma.

 

Oxum Informa de Sua Opção

Oxum, faceira, com seu requebrado, olhou bem a situação e veio com uma ideia melhor.

– Mo júbà Ìyá, mas não creio que por ser mais velha a senhora mereça mais búzios. Sou a mais nova, por isso, mereço ficar com um búzio a mais.

Iniciou-se novamente o debate entre as ìyágbá. Não conseguiam chegar a um consenso.

Mas ainda havia uma a opinar: Oiá!

 

Oiá Informa a Melhor Forma de Dividir!

– Não, está tudo errado nessa divisão. Eu, Oiá, esposa de Xangô, o rei de Oió, mereço ficar com este búzio a mais.

Nem assim se resolveu, pois as outras não concordaram. O entrave continuava, cada qual com seu argumento. Outras pessoas do mercado foram consultadas, mas sempre uma levava vantagem na escolha.

O mercado parou com aquela cena, cada uma tentava levar vantagem na divisão dos búzios por acharem ter algo que assim o fizesse levar mais.

 

Exú Retorna e Dá a Grande Lição

Vendo de longe aquela bagunça, Exú chega mais perto e percebe que as três que ele havia escolhido para vender a sua cabra estavam em discussão.

– Mo júbà. Pelo visto venderam a minha cabra. Cadê minha parte?

Foram entregues 10 búzios a Exú. Após guardar em sua bolsa, volto-se ao debate que ainda ocorria.

-Vejo que não conseguem dividir o restante. – Disse ele!

Então Exú pegou os 10 búzios que estava sobre a esteira (E), separou 3 búzios e entregou a Iemanjá; mais 3 búzios separados e entregou à Oiá e por mim, mais 3 búzios foram entregues à Oxum.

Depois disso, se posicionou diante das três Orixás e do restante que a tudo observava de longe. Pegou o último búzio que sobrou, começou a cavar um buraco no chão; lá depositou ele e começou a dizer enquanto fechava o buraco:

-Não viemos do nada. Antes de estarmos aqui, outros estiveram também, e lutaram, trabalharam, suaram e até sangraram. Estes são nossos antepassados. Eu, Exú – O primogênito do Universo, sempre peço e exijo minha parte para evitar coisas ruins, afastar as energias negativas, mas eles, os nossos antepassados, nunca podem ser esquecidos quando recebermos alguma coisa.

Exú ensinou que sempre devemos aos nossos antepassado e eles devem ser sempre lembrados quando ganhamos algo, quando conseguimos alguma vitória.

Nem sempre se consegue dar tudo que se ganha aos antepassados, nem tudo para eles em questão de energia faria sentido, mas a gratidão e o simples pensamento em intenção deles, já é a parte que lhe cabe.

Oiá, Oxum e Iemanjá concordaram com Exú, aceitaram suas devidas parte e aprenderam a lição.

 

Continue Aprendendo Sempre

Continue aprendendo sempre sobre o candomblé. Essa linda religião é plena de ensinamentos, lendas, histórias reais e outra fictícias, mas sempre nos trazendo grandes lições.

Enriqueça sua cultura também através do idioma. Você pode aprender o idioma do Candomblé de forma gratuita se quiser.

Baixe agora mesmo sua apostila em PDF com áudios em MP3 para seu computador e aprenda mais desse mágico e lindo idioma que é o Yorùbá, a língua do Òrìsà!!

 

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conheça Uma das Maiores Lições Que Exú Deu Às Ìyágbá!

Exú, Orixá da Discórdia?   Exú comumente é tido como um orixá que causa brigas, discórdias e desvia as pessoas de seus caminhos. Essa imagem por muitos apregoada sem muita pesquisa acaba por vezes lhe dando fama não devida. E nessa lenda de orixá, lenda de candomblé que iremos aprender hoje, mostra que nem sempre é assim. Exú é um orixá que tem uma linda função, mas também pe